A humildade de Leonardo

O homem que mantém suas origens, tem sempre uma base sólida onde se apoiar e se orgulhar... Tempos atrás, os irmãos Luis José da Costa e Emival Eterno Costa sempre foram exemplo de humildade. Para você que ainda não se lembrou, os irmãos de quem falamos são "Leandro e Leonardo", filhos de Goianápolis GO. Nascidos no interior, cresceram na roça e dela tiravam o sustento da família ao lados dos irmãos e dos pais. Um belo dia "Luis" (Leandro) percebe um dom especial, sua vocação para a música. Das lavouras de tomate do centro-oeste para o Brasil e depois para o mundo, nasce uma das melhores duplas sertanejas da década de 80 e 90, Leandro e Leonardo;  Com músicas como "Pense em Mim", "Temporal de amor", "Entre Tapas e Beijos", "Rumo a Goiania", "Essas Mulheres", "Talismã", "Horizonte Azul", entre tantos outros sucessos, marcaram toda uma geração romântica na música sertaneja, até que em 23 de junho de 1998, Leandro nos diz adeus e totalmente fora do combinado, parte vítima de falência multipla de orgãos, após uma batalha dura contra um tipo de câncer raro. Apesar de toda a dor de perder o parceiro e o irmão, Leonardo seguiu em frente, produzindo maravilhosos trabalhos em carreira solo, até que há alguns anos nasceu a parceria "paralela" com Eduardo Costa, que já rendeu dois DVDs/CDS, dentro do projeto "Cabaré".

A segunda voz perfeita de Leandro jamais será esquecida e a história da dupla Leandro e Leonardo será contada ainda por muitos anos, sendo motivo de inspiração para novas duplas e artistas.

Leonardo segue de férias, nesse inicio de 2017, visitando os familiares e amigos em Goiás, onde ele reencontrou amigos de infância das lavouras de tomate. Foi um encontro rápido, porém bem emocionante e você confere aqui no Sertanejo Bão.