Em fim 2018

2017 foi um ano atípico e bem pesado para todos os brasileiros. Foi um ano de muitas incertezas e no meio sertanejo também não foi diferente. Projetos que tinham tudo para serem históricos foram paralizados e até cancelados, muitos shows e festivais tradicionais foram cancelados. A culpa sempre foi da crise, mais existe mesmo "crise" ou é a boa e velha lei de mercado com uma ressalva... muita oferta e preço elevado.

2018 será um ano de mudanças de muitos paradigmas, será ainda ano de Copa do Mundo e de eleições. Em anos assim o filtro entre bons profissionais e maus profissionais se acentua e age impiedosamente, para o bem do mercado e para o bem do público.

A crise joga os aventureiros para escanteio e mantem os bons profissionais e os que tem boa estrutura, compromisso e qualidade firmes no "jogo".

Tirando essa tal "crise" que destrambelhou 2017, tivemos bons lançamentos, boas novidades, novos estilos musicais mesclados ao sertanejo universitário e os artistas que mantiveram suas ações de marketing bem elaboradas se destacaram dos demais e chegam fortes para 2018.

É um caso a se pensar, pois o papel da mídia é decisivo para a apresentação e manutenção de um bom trabalho e ambos, mídia e artista devem andar de mãos dadas, principalmente em épocas de "vacas magras"...

Então ao invés de continuarmos falando de crise... Vamos trabalhar!!!???

Feliz 2018, são os votos de toda a equipe do Sertanejo Bão