Cantores estão ganhando espaço no sertanejo com músicas irreverentes

Você com certeza já ouviu algum destes hits: “Anjo Chapadex”, “Piu-Piu Corococó”, “Namora Bobo”. Esse estilo do sertanejo universitário está dominando cada vez mais as paradas de sucesso. Com melodias dançantes, animadas e letras irreverentes, os cantores estão ganhando um público fiel por onde passam.

Com influência de músicas que estouraram pelo Brasil nos anos 90 e 2000, como “Pinga ni Mim” interpretado pelo ícone Sergio Reis e “Mulher Chorona” de Teodoro e Sampaio, as letras vêm se consolidando nas repúblicas e festivais sertanejos.

Deixando a “sofrência” de lado, os hits buscam rebater a tristeza e fazer da música um aval para a diversão. É muito difícil não encontrar nas letras bem-humoradas, alguma ironia sobre relacionamentos, algum duplo sentido ou alguma referência ao álcool.

Conheça algum dos artistas do estilo:

Thiago Brava:

 

Antes de entrar de vez na música, Thiago era publicitário e chegou a trabalhar para um dos maiores shoppings do estado de Goiás, porém o talento falou mais alto. Estourou em 2012 com os Hits “Amiga do Neymar” e “Arrochado Poder”(180, 180, 360) depois não parou de emplacar sucessos como “Lei do desapego” e “Namora Bobo”. As letras são cheias de duplo sentido e sempre bem-humoradas.

Namora Bobo:

 

Ewerton Polisel:

 

Nascido em São Paulo, passou parte de sua vida em Roraima. Desde cedo mostrava seu dom musical, logo aos 6 anos ganhou o primeiro instrumento. Apesar de ter passado por diversos gêneros musicais, foi no sertanejo que encontrou seu lugar. Hoje é conhecido por fazer o show mais irreverente do Brasil. Traz em suas músicas ritmos dançantes e letras diferentes, mas sempre animadas.

Piu Piu Corococó:

 

Antony e Gabriel:

Curitibana, a dupla que se auto intitula “sucesso entre os cachaceiros”. Édico(Antony formado em jornalismo e Jhony(Gabriel) em administração se conheceram na faculdade, e de brincadeira em brincadeira, se tornaram um dos maiores sucesso na internet e nas repúblicas. 

Eu Te Amo Pinga:

 

 

Fiduma e Jeca:

Coincidentemente nascidos no mesmo dia, mês e ano, se conheceram em 2010 na faculdade, e muitas pessoas já viram um diferencial logo em seu primeiro show, mesmo sendo em uma república. Gravaram seu primeiro CD em 2013, e emplacaram o hit “Anjo Chapadex”. Depois do sucesso nas repúblicas não pararam de emplacar sucessos.

Que Susto: