Dia Internacional da Mulher

É ótimo ver a força da Mulher, principalmente no que se diz respeito ao meio musical, principalmente na música sertaneja.... Se antes as mulheres não tinham o seu devido valor reconhecido no mundo do "Show Business", hoje assistimos alegres o "Sucesso de Cantoras", instrumentistas, compositoras etc. Em todo o nosso país e no mundo, principalmente na música sertaneja, a força da mulher vem crescendo de maneira sólida. De inspiração para as músicas, a mulher passou a ser compositora, interprete e instrumentista, literalmente mandando muito bem em um universo até certo ponto machista.

Quem dera se a profetica "Quem vai mandar no mundo" da dupla Teodoro e Sampaio se tornasse realidade. Pode ter certeza que tudo que a mulher faz, faz bem feito, com cuidado e com um carinho maternal...

Desde uma das primeiras gravações sertanejas feitas por mulheres, a música sertaneja ganhou em qualidade e beleza.

Em 1938 as Irmãs Castro, tidas como uma das primeiras duplas femininas de sucesso, foram descobertas em um programa de rádio, porém somente no ano de 1945 veio o verdadeiro reconhecimento nacional, através do valseado "Beijinho Doce"...


Mesmo com todo o sucesso das mulheres no sertanejo muito marmanjão por aí, ainda torce a cara e fica enciumado com o talento de meninas, moças e senhoras, que dão charme, encanto, profissionalismo e aquele toque feminino às músicas sertanejas!

Fato é que as mulheres hoje ocupam o espaço sertanejo com uma maestria e um profissionalismo marcantes.

Nomes como Paula Fernandes, Nalva Aguiar, Inezita Barroso, Berenice Azambuja, Jayne, Perla, Roberta Miranda, Barra da Saia, As Marcianas, As Mineirinhas, Day e Lara, Julia e Rafaela, Maiara e Maraisa, Marilia Mendonça, Bruna Viola, Paula Mattos, Irmãs Freitas, Irmãs Barbosa, Thaeme (Thaeme e Thiago), Emy Maziero (Villa Baggage), Maria Cecília (Maria Cecília e Rodolfo), Maida (Maida e Marcelo), Sula Miranda, As Galvão, Simone e Simaria, Héster e Helena, Lola e Vitória, Inhana (Cascatinha e Inhana), Duo Celeste, Irmãs Freitas, fizeram e fazem a história da música sertaneja mais feminina, doce e gostosa de se ouvir...

Mulheres como Helena Meirelles, violeira auto ditada, abriram espaço no então concorrido universo da música sertaneja...

O nosso agradecimento as pioneiras do sertanejo.


Feliz Dia das Mulheres para nossas Rainhas Sertanejas, que nos encantam com sua arte....