02 Anos Sem Zé Rico

Infelizmente, todo dia 03 de março a lembrança de José Rico vem mais forte e a saudade aumenta. Era uma tarde de terça feira, naquele 03 de março de 2015, Na manhã do mesmo dia, houveram alguns "burburinhos" sobre a saúde do cantor que seguia em observação em um hospital  na cidade de Americana SP. Bastou a tarde cair para a notícia da morte de José Rico invadir as redes sociais. A triste notícia em fim se tornou realidade. A música sertaneja perdia um icone, perdia um mestre, perdia uma voz, mais não era qualquer voz, era  a voz do "Garganta De Ouro", a voz de "Estrada da Vida", de "Sonhei com Você", de "Tribunal do Amor, da mágica interpretação da guarânia "Lembrança" do finado José Fortuna, era a voz de José Rico que partia...

A música sertaneja ficou mais triste desde então.

Não se escuta mais o "Zum", o grito de "Amigos, é aqui comigo...", não se ouve mais o agradecimento "As famílias", o agradecimento a "Gloriosa Polícia Militar, que garantiu a segurança desse maravilhoso evento", não se ouve mais o "Dá um Dó grandão" e a mão direita na orelha...

Falar da obra de José Rico é muito fácil. Cantor, compositor, ator, um verdadeiro "Artista" no sentido real da palavra... O barulho de suas dezenas de cordões de ouro, crucifixos, anéis... A barba imitando "Raul Seixas" do qual o próprio José Rico se disse fã... E o óculos escuros, quase que um "parabrisas", que ao mesmo tempo que protegia os olhos de José Rico, escondia suas lutas, seus desejos, sua dor... 

José Rico se foi... e o espaço deixado por ele é enorme e cresce a cada dia, com o passar do tempo...

Hoje (03/03/2017) completam exatos 02 anos de saudade, dois longos anos de silêncio da voz e do jeito de um dos artistas mais imitados e amados do Brasil.

Com toda certeza, em 2018 estaremos lembrando 03 anos de saudade, 2019, 04 anos e assim por diante... O homem se foi e artista ficou imortalizado em vídeo, fotos, músicas...

Escrever é uma forma de demonstrar a nossa admiração e respeito para com o homem e para com o artista José Rico...

"Zé" de onde você estiver, receba um "Zum" bem forte, com todo carinho e respeito que você merece, além do nosso muito obrigado por tudo de bom que você produziu nos seus 68 anos de vida...

"enquanto existir, um amigo se quer, sozinho não caminharei.. Enquanto existir, uma mão amiga, a me amparar eu não cairei..."

E pra fechar ou amenizar um pouco essa saudade, a maravilhosa interpretação da dupla Milionario e José Rico, cantando o clássico do Rei Roberto Carlos "A Distância"...

Vai lá zum... Obrigado por sua arte, pois enquanto descansa a gente dá mais uma volta ao mundo!!

Milionário e José Rico - Estrada da Vida